Dias de luta; dias de luto!
  • Post author:
  • Post category:Campanhas

Dias de luta; dias de luto!

8 de março, Dia Internacional da Mulher. Poderia vir aqui e escrever como a mulher evolui, cresceu e ganhou espaço nesse mundão a fora. Mas, infelizmente, ultimamente não temos muito o que comemorar.

Vamos falar um pouco sobre feminicídio, violência, estupro e tudo o que andamos enfrentando nos últimos tempos.

E, tem sido tempos bem difíceis. Onde você vê que o machismo é muito forte, e não só da parte dos homens, como da nossa também. Muitas vezes atacamos, sem nem ao menos nos darmos conta que aquilo poderia acontecer com qualquer uma de nós, ou com alguém da nossa família.

Julgamos, sem conhecer a história, só porque ouvimos boatos e comentários. Julgamos a paisagista porque depois de 8 meses “conhecendo” um rapaz pela internet, quando ela resolveu chama-lo para ir até sua casa e apanhou como se não houvesse amanhã. Mas quem foi a culpada disso tudo? Ela. “uma velha, querendo pegar piazão novo”, “quem mandou levar ele para dentro de casa”, “pediu né, hoje em dia não dá pra confiar em ninguém que se conhece na internet”. E quem disse que estamos podendo confiar em alguém, não é mesmo? A Marta, minha colega de trabalho poderia falar sobre isso. Mas, infelizmente ela foi mais uma vitima que não sobreviveu para contar sua história. Seu marido a matou, mesmo depois de 10 anos de casamento e um filho pequeno. Não teve dó e nem sentimentos para com sua família. Apenas a tirou deles, assim, sem mais nem menos, por puro ódio.

Então, como podemos julgar e condenar uma mulher, que apanhou, foi assassinada ou estuprada. Posso garantir que nenhuma de nós tem a menor vontade de passar por situações terríveis como essa.

Não podemos ser julgadas pela maquiagem, tipo de roupa, corte de cabelo, ou só pelo fato de sermos mulher. Mulher também sente desejos, então se ela quer “dar” …deixa ela dar. Se ela quer sair com o cara no primeiro encontro, deixa ela sair. Se ela quer beber, deixa ela beber.

Quando vejo pessoas falando que antigamente não era assim, ou assado. Analiso e penso…que bom que não é mais assim. No tempo que as mulheres apanhavam e ficavam quietas, sendo cada vez mais submissas aos seus companheiros.

Hoje estamos brigando por um mundo melhor, mas o que se vê, são homens que não aceitam essa briga e resolvem acabar com tudo da pior forma possível. Tirando as nossas vidas.

Não é esse o mundo que quero deixar para minha filha e garanto que nem você para a sua.

Hoje escrevo em nome de todas as mulheres, que sofrem, apanham e morrem nesse exato momento. Espero do fundo do meu coração que tudo fique bem. ☹

Feliz dia Internacional da Mulher.